Dólar bate novo recorde e vai a R$ 4,24 mesmo com intervenções do BC

Declarações do ministro da Economia, Paulo Guedes, falando que o dólar alto era a nova realidade no Brasil, contribuíram para o estresse e a moeda americana chegou a encostar em R$ 4,28 logo pela manhã

Compartilhe:



Omercado de câmbio teve uma terça-feira agitada, com o dólar renovando máximas históricas e o Banco Central anunciando dois leilões não programados no mercado à vista, movimento que não acontecia desde agosto. Declarações do ministro da Economia, Paulo Guedes, falando que o dólar alto era a nova realidade no Brasil, contribuíram para o estresse e a moeda americana chegou a encostar em R$ 4,28 logo pela manhã.
O dia também foi marcado pelo rebalanceamento da carteira teórica do índice do Morgan Stanley Capital Internacional (MSCI), que provocou vendas de ações na Bolsa e retirada de recursos do país, com fundos mundiais fazendo os últimos ajustes para se adequarem. O dólar à vista fechou em alta de 0,61%, a R$ 4,24.
A intervenção inesperada do BC hoje no câmbio repete o movimento feito pela autoridade monetária no dia 27 de agosto, dia em que também houve rebalanceamento da carteira do MSCI. Naquele dia, o dólar chegou a R$ 4,20 e após a operação do BC, a moeda cedeu. Hoje, ao contrário, o dólar mostrou força ao logo de todo dia e renovou máximas mesmo após a primeira intervenção, pouco depois das 11 horas. Na segunda intervenção, às 15h30, após ser negociado a R$ 4,23, acelerou a alta para R$ 4,25. Pela tarde, foi o silêncio de Guedes sobre o câmbio que causou desconforto no mercado.
O economista em Nova York para América Latina do grupo financeiro ING, Gustavo Rangel, avalia que a intervenção do Banco Central no mercado de câmbio faz sentido para limitar a volatilidade e dar liquidez. Mas a dúvida é que se não é um movimento apenas pontual, pois é dia de rebalanceamento do MSCI, e o BC pode estar apenas facilitando a saída para o investidor que está se ajustando à nova carteira.
Rangel ressalta ainda que as declarações de Guedes, dadas ontem à noite em Washington, causaram "ruídos", porque abrem espaço para interpretações sobre a política de intervenção do BC no câmbio, com o risco de irem além do que o ministro quis dizer, observa o economista. Rangel avalia que Guedes tem interpretação correta sobre os movimentos no câmbio e os juros baixos no Brasil, assim como o ministro disse, são um dos principais fatores por trás do real mais enfraquecido. Guedes disse não haver "nenhum problema" com o dólar alto no Brasil e que era a realidade de uma economia com juros mais baixos.
Para o sócio da Mauá Capital e ex-diretor do BC, Luiz Fernando Figueiredo, a ação do BC hoje no câmbio coloca por terra a ideia de que o governo gostaria de um dólar mais alto. Para ele, o discurso de ontem do ministro da Economia, assim como declarações anteriores do presidente do BC, Roberto Campos Neto, deram a impressão ao mercado de que o governo gostaria de ver a moeda norte-americana mais elevada. "A intervenção põe por terra essa ideia."
O economista do ING, prevê o dólar fechando o ano em R$ 4,20. No ano que vem, pode cair mais, terminando 2020 em R$ 3,80, mas isso vai depender de o Produto Interno Bruto (PIB) crescer mais. Para ele, um PIB mais robusto atrairia capital externo para o Brasil e o economista espera que isso ocorra no ano que vem, quando prevê avanço de 2,6% para a economia.

Fonte: Notícias ao minuto

Comentários

Nome

.Economia,4,.Mercosul,3,.Servidores,1,#Aracaju,4,#Coronavírus,12,#Corrupção,4,#Eleições 2020,26,#Estou Pronto,1,#Justiça,3,Amazônia,5,Brasil,45,Economia,55,Esporte,1,politica,17,política,151,Saúde,30,segurança pública,34,Sergipe,71,
ltr
item
Lance Político: Dólar bate novo recorde e vai a R$ 4,24 mesmo com intervenções do BC
Dólar bate novo recorde e vai a R$ 4,24 mesmo com intervenções do BC
Declarações do ministro da Economia, Paulo Guedes, falando que o dólar alto era a nova realidade no Brasil, contribuíram para o estresse e a moeda americana chegou a encostar em R$ 4,28 logo pela manhã
https://1.bp.blogspot.com/-NkP53OngvGw/Xd3L3T5uXwI/AAAAAAAAHPo/7_AxX3dpwe0I9paYhRnVdmrhSy9UZn5lACEwYBhgL/s320/57946E5A-E653-47EA-929F-526EC19F3DC6.jpeg
https://1.bp.blogspot.com/-NkP53OngvGw/Xd3L3T5uXwI/AAAAAAAAHPo/7_AxX3dpwe0I9paYhRnVdmrhSy9UZn5lACEwYBhgL/s72-c/57946E5A-E653-47EA-929F-526EC19F3DC6.jpeg
Lance Político
https://www.lancepolitico.com.br/2019/11/dolar-bate-novo-recorde-e-vai-r-424.html
https://www.lancepolitico.com.br/
https://www.lancepolitico.com.br/
https://www.lancepolitico.com.br/2019/11/dolar-bate-novo-recorde-e-vai-r-424.html
true
4895814879121562046
UTF-8
Carregar todas as matérias Nenhum resultado encontrado. Ver mais Leia mais Responder Cancelar resposta Apagar Por Início Páginas Matérias Ver todas Veja também Tópico Arquivo Buscar Todas as matérias Nenhum resultado encontrado para sua busca Voltar ao início Domingo Segunda Terça Quarta Quinta Sexta Sábado Dom Seg Ter Qua Qui Sex Sáb Janeiro Fevereiro Março Abril Maio Junho Julho Agosto Setembro Outubro Novembro Dezembro Jan Fev Mar Abr Mai Jun Jul Ago Set Out Nov Dez Agora mesmo Há 1 minuto Há $$1$$ minutos Há 1 hora Há $$1$$ horas Ontem Há $$1$$ dias Há $$1$$ semanas Há mais de 5 semanas Seguidores Siga ESTE CONTEÚDO PREMIUM ESTÁ BLOQUEADO PASSO 1: Compartilhe em uma rede social PASSO 2: Clique no link da sua rede social Copiar todo o código Selecionar todo o código Todos os códigos foram copiados para a área de transferência Não é possível copiar os códigos / textos, por favor, pressione [CTRL] + [C] (ou CMD + C com Mac) para copiar